Olá!!!

Você já ouviu falar em Kefir? Talvez você já tenha ouvido falar mas não deu tanta importância para ele ou, assim como eu, já viu alguém fazer uso dele e não curtiu nenhum um pouco esses “bichinhos” e seu desagradável cheirinho!! =(

Para quem não sabe, Kefir, que significa “sentir bem” em turco, é uma colônia de organismos vivos que produzem efeitos benéficos na Flora Intestinal e, por este motivo, é considerado um Alimento Probiótico.

kefir imagem blogOs alimentos Probiótico são aqueles ricos em bactérias que produzem efeitos benéficos na flora intestinal, normalmente indicados para prevenir e/ou tratar doenças. O probiótico kefir é uma bactéria benéfica à flora intestinal. Existem 2 tipos: Kefir de Leite e Kefir de Água. Não pesquisei nada sobre o Kefir de água já que a indicação para o meu caso foi o Kefir de leite.

Vários microorganismos são reconhecidos como Probióticos, entre eles bactérias ácido-lácticas, bactérias não ácido lácticas e leveduras. As mais conhecidas bactérias que exercem essas funções no organismo são as Bifidobacterium e Lactobacillus.

O Kefir de leite possui bactérias e leveduras benéficas à flora intestinal:

  • Lactococcus lactis subsp. lactis;
  • Lactococcus lactis subsp. cremoris;
  • Lactococcus lactis subsp. diacetylactis;
  • Leuconostoc mesenteroides subsp. cremoris;
  • Lactobacillus kefyr;
  • Klyveromyces marxianus var. marxianus;
  • Saccaromyces unisporus.

Gente, pelo que li sobre o Kefir ele é quase a oitava maravilha do mundo!!hahaha Resolvi colocar os benefícios que, segundo minha pesquisa, já foram comprovados com o uso contínuo do Kefir, ok?!

  • Sintetiza o ácido lático, o que diminui a intolerância à lactose e favorece a digestão do leite mesmo para pessoas que sejam sensíveis ao leite de vaca – o Kefir se alimenta” do açúcar do leite (a lactose);
  • Sintetiza vitaminas do complexo B;
  • Aumenta a resistência às infecções;
  • Ativa o sistema imunológico;
  • Restabelece e equilibra a flora intestinal;
  • Incrementa o valor biológico das proteínas do leite – As proteínas completas em Kefir são parcialmente digeridas e, portanto, mais facilmente utilizadas pelo corpo;
  • Equilibra e trata sua flora intestinal promovendo a restauração da microbiota intestinal;
  • Diminui a fração ruim do colesterol (LDL);
  • Estudos afirmam que tem propriedades anti-cancerígenas (principalmente de cólon);
  • Melhoram o sistema digestivo;
  • Inibe as alergias cutâneas.

Como disse, conheci o Kefir e confesso: Seu cheiro azedo nunca saiu da minha cabeça! Aquele cheirinho de “regurgito de bebe”, sabe?! O Kefir em si até que é fofinho, parece Queijo Cottage! E o produto que ele resulta parece um Iogurte porém tem um sabor bem mais forte e azedo. Bom, nunca fui fã de iogurte e leite (só se for com muitoooo Toddy, aí eu amo! hehe) então dá para imaginar o sacrifício que está sendo para mim incluir essa “gororoba” no meu di-a-dia! (Odeio o cheiro e o gosto! nossa!)

Li em vários sites como “cuidar”dos grãos de kefir e a maneira que estou fazendo está dando muito certo! Meus “Floquinhos de Neve” – apelido que meu marido deu para eles! rss – vieram um pouco fraquinhos, estavam até meio rosados e é por este motivo que optei pelo Leite Integral já que li em algum dos inúmeros sites que pesquisei que, este leite, é o preferido deles! Falarei mais como cuido deles e a maneira que encontrei de tomá-lo sem vomitar (trágica!rss) no próximo post, ok?!

Os Grãos de Kefir multiplicam-se conforme vão sendo cultivados. Para terem uma ideia eu ganhei menos que 1 colher de sobremesa e, depois de pouco mais que 1 mês, já tenho esta quantidade da foto abaixo.

kefir-so

Mas e aí, o que me fez ir atrás dessas coisinhas fedidas e nada gostosas?!?  Simples!

[Uma pausa para meu desabafo: Vou compartilhar com vocês algo muito intimo ein?!rss Mas como sei que este post pode ajudar muita gente não vou ficar de mi-mi-mi e vamos lá!]

Cansei de não conseguir ir ao banheiro! #prontofalei … Cansei de ter dor de barriga TODOS os dias! Cansei de ficar mais de 10 dias sem ir ao banheiro! Cansei de ir ao hospital e ter que repetir que eu nasci “entupida”, tive hérnia de umbigo ainda bebe e que o meu problema não é a falta de fibra – eu como muita fibra + liquido desde pequena e, sim, por várias vezes tive que recorrer a laxantes o que fez com que meu intestino piorasse ano após ano!

Poucos dias antes do Natal foi a minha última (assim espero!) ida ao hospital – eu estava há 12 dias sem fazer o numero 2, tem noção?! – eu estava tão mal que fizeram teste de gravidez (entendem o tamanho que estava a minha pança?!), endoscopia e fui colocada no soro e medicada até que os resultados saíssem para que eu tivesse um diagnóstico preciso. Com os resultados dos exames em mãos a médica disse que é como se eu tivesse um pedaço de intestino a mais que faz com que ele “dobre” impedindo o transito intestinal normal. Além disso, eu estava com a mucosa intestinal muito “rala” e fecaloma.

Ela me fez muitas perguntas e em tom de afirmação me perguntou se eu costumava ficar doente com frequência e, meu marido sem titubear respondeu: “Toda semana!! Só de abrir a geladeira ela fica resfriada!! Coristina é que nem bala lá em casa, não deixo faltar!” hahaha exageradooo!!! Mas o pior é que é verdade!! Por fim, ela me passou alguns medicamentos, Naturetti em pasta (3x ao dia) e disse para que eu procurasse um doador de Kefir de leite para que eu pudesse restaurar a minha flora de maneira efetiva e, consequentemente, melhorar minha imunidade e saúde geral. Além disto, ela sugeriu que eu diminuísse muito a farinha de trigo e de arroz, além de refrigerantes e alimentos que fermentam muito como vinho por exemplo.

E foi assim que comecei a pesquisar sobre o Kefir e entrei em contato com doadores em SP. Pois é, eles são obtidos por doação e, pelo que pesquisei, nem podem ser comercializados. Depois de quase 1 mês consegui uma doadora! (ufa!) Este período (sem Kefir) passei a base de Naturetti e reduzi um pouco os pães brancos, pizzas, bolos e afins. Aii, quem me conhece sabe que, apesar de comer muitas fibras, eu amo tu-do que é feito com farinha de trigo… pães como o francês, de milho, de semolina e de coco fazem parte do meu café da manhã e lanche da tarde diariamente, além de bolos, pizzas, tortas, biscoitos e afins.

Mas devo dizer dizer que só pelo fato de ter reduzido os alimentos com farinha de trigo meu intestino melhorou bastante e minha pele e cabelo também! Entendam que a minha restrição nada tem a ver com Glúten e, sim com farinhas brancas que, segundo a médica, em algumas pessoas formam como se fosse uma “cola”no intestino causando todos os sintomas que citei acima! (Fui premiada! aff)

Segundo a minha pesquisa o Kefir deve ficar fermentando entre 24 e 48h e, quanto maior o tempo de fermentação, mais azedo ele fica! Uma coisa que percebi é que se eu deixava fermentar por menos de 36h eu sentia muita dor de barriga! Então, no meu caso, optei por deixa-los de 40-48h fermentando e, sinceramente, não senti diferença no “azedo”… é ruim de qualquer jeito essa que é a (minha) verdade!

Estou nessa vida de tomar Kefir diariamente há pouco mais de 1 mês e posso dizer que já senti algumas respostas positivas tanto na parte intestinal quanto na minha imunidade, sério! E, se voce leitor (a) lindo (a) se identificou, aconselho a testar porque é bem provável que, assim como eu, você se surpreenda com os resultados! Gostoso não é mas vale muito a pena! =)

Aguardem o próximo post que está recheado de dicas!!

 


Olá meninas!

Estes dias me deparei com o desabafo da Niina Secrets – uma blogueira muito linda por sinal – sobre os comentários relacionados ao peso dela! Fiquei pensando sobre o assunto e o quanto um “padrão” estipulado como sendo ” o certo”, “o aceito”, “o bonito” pode trazer problemas e, até, virar doença.

Para quem não sabe, sou nutricionista e, por alguns anos, tive consultório e posso afirmar que, 90% dos meus pacientes eram mulheres insatisfeitas com o peso. Até aí, nenhuma novidade! A novidade vem agora: dentre as inúmeras perguntas que a paciente respondia na consulta, as 2 perguntas que eu sempre fazia para todas elas era: “Fulana, voce já teve um peso que considerava legal para voce… que voce se sentia linda e feliz?” Metade das mulheres respondia: NÃO! Então vinha a segunda pergunta: “Qual o peso que voce acha que faria isto por voce”? A resposta é sempre a mesma: “Como não sou modelo, acredito que no mínimo 10kg a menos que a minha altura seria o ideal”

  

Posso dizer sem medo de errar que está conta é furada!!! Existem muitas variáveis para querer colocar todas as pessoas dentro de uma “continha” simplificada e, nem a balança nem o IMC (Índice de Massa Corporal – outra conta que é útil, porém está longe de ser um parâmetro efetivo em consultório, onde o objetivo é o “tratamento individualizado”) são os meios mais eficazes para determinar se voce está ou não “magro”! Poderia ficar horas falando sobre isto mas não é o tema do post!rss

Aí vem a pergunta: Quem disse que para estarmos felizes com o nosso corpictho temos que pesar 10kg a menos que a nossa altura??? Variáveis como massa muscular e estrutura óssea não contam então?! Atribuo boa parte destes absurdos à mídia. Gente, tem muuuita mentira no que elas falam! Muita mesmo! Já fiquei lado a lado de algumas artistas que nas revistas dizem ter 1,68 – 1,70m e, quando cheguei perto, vi que são no máximo do meu tamanho (1.60m).

Acho súper válido querer melhorar sempre, estipular metas e objetivos para nos sentirmos bem e felizes mas não pelos outros e sem esquecer de 2 coisas importantíssimas: Saúde e Biotipo. Não adianta nada eu, no auge dos meus 1.60m (rss) ter como referencial de beleza a Gisele Bundchen. Ela é linda e maravilhosa, eu sei, mas totalmente longe do meu perfil. Se voce acha que é necessário ter uma referência para se inspirar e te dar motivação para seguir uma Reeducação Alimentar (não gosto muito do termo Dieta) e Atividade Física, seja realista e sincera com voce;  busque uma referência que tenha o seu perfil. Existem muitas mulheres lindas (inclusive na TV) que estão bem longe de ser a Gisele B., por exemplo, e são lindas e em forma!

                                         Revista Shape/Divulgação  

Quando digo para ser SINCERA com você mesma refiro-me a TUDO! Ao seu biotipo, ao quanto voce está disposta a mudar hábitos, ao tempo disponível para tal mudança, etc.

Eu, Gianna, sou contra qualquer tipo de radicalismo! Aliás, vou aproveitar o ensejo para explicar que o “Light” do nome do meu blog “Light e Feminina” não faz referencia a dieta e, sim, a viver leve! É o jeito que eu acho que a vida deve ser! Certamente recebi (e receberei) muitas críticas das minhas companheiras nutris e outros profissionais da saúde quanto ao meu estilo de vida (fotos do IG, Fb, etc.) mas é como EU gosto e acho que vale a pena seguir. Respeito as nutris (ou não) super lights, zero glúten e lactose, funcionais, as “fit” e, até admiro a força de vontade e disciplina delas mas, para mim, este viver assim não faz a minha cabeça! Acredito na dieta como um “Estilo de Vida” mas, este estilo, tem que combinar com você, com os seus hábitos, sua rotina, respeitando alguma intolerância/doença existente e conservando sua saúde e bom humor! Vou dar um exemplo: Quem não quer uma barriga lisa e um bumbum tipo “Sabrina Sato”?! Mas, para tal, teremos que contar com o trio: genética + alimentaçäo adequada (dieta) + exercícios físicos adequados, correto?! Ok! Aí vem as questōes:

1) O quanto isto é, realmente, importante para mim tendo em vista o que terei que abdicar e me dedicar para atingi-lo??

2) Quanto “disto” estou disposta a me empenhar??

São as duas perguntas que voce terá que “se fazer” e “se responder” com toda a sinceridade pois a chance de fracassar no meio do caminho é grande!

Vou responder por mim! Eu curto estar com um corpo bacana porque gosto de me olhar no espelho e me sentir bem! … mas entre as opçōes : 1) me sentir bem + fazer art dance e zumba (fiz 2 aulas e estou in love) + comer docinhos diariamente, tomar uma coca-cola quando estou afim, comer pao de queijo com capuccino na hora que bater a vontade, sair para comer coisas “mais gordas” no fim de semana e, 2) me sentir incrivelmente bem + com a barriga e a bunda impecável + seguindo uma dieta rígida, fazendo exercícios intensos e musculação regulamente  (que eu odeio mto!) … ahhh, eu fico com a primeira opção!

Veja que eu não disse que não me preocupo com meu corpo, disse que o “sacrifício” que estou disposta a fazer é o suficiente para manter-me saudável e com um corpo bom! Ponto.

Acredito que a chave para sentir-se bem, em todos os sentidos, é o equilíbrio.

Se voce quer mudar alguma coisa que está te incomodando, mude! Nós mulheres sempre queremos melhorar alguma coisa, né?!rss Mas não seja cruel com você! Trace um objetivo e estipule metas curtas mas que não seja uma tortura cumprir! Toda mudança gera um “sacrificio” porque teremos que sair da nossa “zona de conforto” mas, se voce começar aos poucos e encarar cada mudança como algo que permanecerá para a vida toda, será mais fácil! Pode apostar!

Então é isso meninas! Se gostaram do post e quiserem dicas, deixem um recadinho para mim e mandem sugestões … vou adorar!!

Beijinhos

 

 


2 pages